segunda-feira, 21 de setembro de 2009

                                       Andei pensando... por que quando a paixão toma conta do nosso coração a gente se  sente tão incapaz  de controlar o turbilhão de emoções que desabrocha dentro de nós? Você gela, transpira, esquenta, coração acelera, as mãos tremem, as pernas quase não se aguentam em pé, talvez a pressão arterial se eleve ou mesmo diminua (não dá pra saber) à simples visão do ente querido! Tem mais! A boca seca, a garganta trava, as palavras não fluem como deveriam porque você está diante  da pessoa amada e pensando nela naquele instante. Nos olhos as pupilas se dilatam e eles ficam mais brilhantes do que de costume. E nem precisa estar diante da pessoa amada para sentir tudo isso! Basta pensar nela e tudo acontece.
 Como são interessantes as emoções! Quando se é correspondido deve ser maravilhoso viver uma experiência assim! Quando não se é correspndido viver coisa tamanha é doloroso. É de pedir a Deus que arranque esse sentimento do peito, mas deixe só um pouquinho para não esquecer como é bom amar!

                                   Como podemos gostar tanto de alguém que mal conhecemos ? Porque não podemos direcionar o sentimento de amor para outra pessoa? Amar traz infelicidade? Você acha que  amar é doar-se sem esperar nada em troca? Ou a felicidade depende dessa permuta emocional? Fico imaginando como seria duas pessoas sentindo as mesmas coisas um pelo outro, com a mesma intensidade! Acho que seria... sem palavras.
                                      
  

3 comentários:

Nanny...Forever me disse...

obrigada por visitar meu blog e comentar...volte sempre
grata pela solidariedade........

AnaMar (pseudónimo) disse...

É mesmo sem palavras. Não tem explicação. Só sentindo...
Tenho essa sorte :-)
Bj

Estrela disse...

Parabéns pela sorte que tens!E muito obrigada por visitar meu blog.Esse espaço é seu.
Bj