quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Breve Retrospectiva

Feliz Ano Novo
Imagens e recados para Orkut no Glimboo!

         Mais um ano está terminando e sempre somos tentados a fazer um balanço das nossas vidas. Particularmente, houve progressos no trabalho. Estou de férias com a sensação de dever cumprido.
Falando mais intimamente, também progredi em meu âmbito familiar, colocando em seus lugares algumas coisas que tinham fugido do meu controle.
Expulsei com prazer algumas pessoas do meu convívio social, pois não suportava mais viver em um ambiente cheio de sanguessugas, onde a falsidade reina e só querem o "venha nós", o "vosso reino" dane-se!  
        A propósito, não cheguei a mudar de religião e em nenhum momento tive essa intenção, apesar de não concordar com alguns preceitos do catolicismo. Mantive-me distante  por alguns momentos, enquanto buscava respostas para perguntas que não queriam calar dentro de mim, para depois descobrir que a única coisa que me faltava era mais fé. Resolvi este problema com muita oração e meditação. Voltei às origens.
       Também enfrentei alguns percalços: chorei, sofri, adoeci... Desenvolvi alguns vícios que me foram perniciosos, apesar de aparentarem ser inocentes. Manias que me fizeram sofrer tempo mais do que suficiente, para me fazer entender que a espécie masculina não mudará nunca, pois o mesmo homem que te faz elogios hoje, será o mesmo que te dirá grosserias e fará você se sentir um nada amanhã.
       De uma maneira geral, foi um ano proveitoso. Aprendi o que queria e o que não queria também.
Tudo isso me fez crescer e amadurecer um pouco mais.
        Pessoal, espero que 2011 seja duas mil e onze vezes melhor do que 2010 para vocês e pra mim também.
Um beijão da Estrela.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Símbolos Natalinos III



PRESENTES DE NATAL:


Figuram o presente máximo, o dom de Deus, que é seu Filho, e que nos foi dado como Irmão primogênito.



CARTÕES DE NATAL:

Os cartões de Natal devem ser enviados somente aos verdadeiros amigos, pois originam-se da necessidade que o ser humano tem de comunicar-se e compartilhar sua vida com as pessoas que ama. Desejar um "FELIZ NATAL" de todo o coração a uma pessoa que ofendemos durante o ano é a melhor reconciliação e vivência do Natal.




O Papai Noel : origem e tradição


Estudiosos afirmam que a figura do bom velhinho foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas.
Foi transformado em santo (São Nicolau) pela Igreja Católica, após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele.
A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos, ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.










(http://afonsoecris.ubbihp.com.br)

(http://massajovem.zip.net)







Fonte: http://www.webartigos.com/articles/711/1/Os-Simbolos-do-Natal/pagina1.html#ixzz19YedHZ5t

Símbolos Natalinos II





CEIA:


É o simbolo do banquete eterno. É o momento em que a família se reúne.Mas a Ceia, a refeição do Natal, quer significar que a nossa verdadeira vida é Cristo, o Filho de Deus que estamos festejando. Na Ceia costuma se colocar no centro, uma vela acesa para simbolizar o Cristo que nos une em volta de si e que é a nossa luz. Falam da alegria que devemos ter durante toda a nossa vida porque temos um Salvador que diariamente nos ajuda a chegar ao céu. Queremos que a mensagem do nascimento de Jesus, para a libertação dos homens, se espalhe forte e penetrante por todos os ares.



ANJOS:

Mensageiros de Deus na história da salvação. São o sinal de que "os céus se abriram e Deus visitou seu povo". Simbolizam a comunicação com Deus.



ESTRELA:

Os magos vindos do Oriente á procura de Jesus, foram guiados por uma estrela até Belém. A estrela tem 4 pontas e uma cauda luminosa. As quatro pontas representam as 4 direções da terra: Norte, Sul, Leste, Oeste, de onde vem os homens para adorar a grande luz que é uma estrela de fé, de amor, de esperança para o seu irmão...



VELAS:

As velas simbolizam a presença de Cristo como luz do mundo. Ele próprio disse:"Eu sou a luz do mundo.Quem anda comigo não anda nas trevas". Cada Natal deve renovar a nossa fé em Jesus e nosso empenho de viver n'Ele, e como Ele, a luz do mundo.



ARRANJOS SECOS:

O que está seco é porque não tem vida.Portanto, sempre que estivermos longe de Jesus, estaremos secos, pois só Ele é a Vida e comunica vida. Jesus veio até nós para que tudo se desenvolva, tudo tenha vida.



BOLAS COLORIDAS:

As bolas coloridas, que adornam o pinheirinho querem significar os frutos daquela árvore viva que é Jesus.Representam os dons maravilhosos que o nascimento de Jesus nos trouxe. São as boas ações daqueles que vivem em Jesus, como Jesus.







Fonte: http://www.webartigos.com/articles/711/1/Os-Simbolos-do-Natal/pagina1.html#ixzz19YEQTprW

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

O Significado dos Símbolos Natalinos I



COROA DO ADVENTO:


É de ramos de pinheiro ou cipreste. Sendo verde é sinal de esperança e vida. Enfeitada com uma fita vermelha, que simbolizava o amor de Deus que nos envolve, e também a manifestação do nosso amor, que espera ansioso o nascimento do Filho de Deus.
Na coroa encontramos 4 velas, uma para cada domingo do advento. Começa-se no 1º domingo, acendendo apenas uma vela e, á medida que vão passando os domingos, vamos acendendo as velas, até chegar ao 4º domingo quando todas devem estar acesas: As velas acesas simbolizam a nossa fé, nossa alegria pelo Deus que vem.



PRESÉPIO:

Introduzido por São Francisco de Assis no século XII, consiste na apresentação em pintura ou escultura das pessoas, do local e do ambiente em que Jesus nasceu.
O presépio nos lembra o nascimento do menino-Deus. Ajuda-nos a refletir sobre o fato e nos anima a sermos gratos a Jesus que não hesitou em descer do céu e alojar-se numa simples manjedoura. Na comunhão está todo o sentido do Natal.



ÁRVORE DE NATAL:

Simboliza o reino de Deus:"Eu sou a árvore, e vós sois os ramos". Quado iluminada, a árvore lembra que Cristo é a luz do mundo. O pinheiro nos leva a pensar que sua resistência aos rigores do frio europeu é o simbolo da vida e da graça. O verde fala da esperança da vida eterna.







Fonte: http://

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Saudade...

Saudaaadde!
Saudade da minha melhor amiga...
Saudade dos afagos do meu pai...
Saudade da turma de professores da escola em que trabalhei...
Saudade dos meus filhos quando bebês...
Saudade da minha fé e religiosidade...
Saudade dos Natais que vivenciei...
Saudade dos Natais que proporcionei...
Saudade do  que já passou...
Saudade do que mais, nem sei...
Saudade, Saudade, Saudaaadee!

sábado, 4 de dezembro de 2010

Convalescente


Oi, gente!  Não houve mais postagens, pois tenho estado incapaz de pensar.
É que ando meio doente, gripada, tossindo e todo o corpo me dói.
Ainda assim fui trabalhar quase me arrastando. É assim mesmo.
Tudo na vida requer esforço. Em breve estarei de volta.
Beijos da Estrela.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

É tão difícil lidar com pessoas que representam o tempo inteiro...

ImageShack, share photos, pictures, free image hosting, free video hosting, image hosting, video hosting, photo image hosting site, video hosting site
É tão difícil lidar com pessoas que representam o tempo inteiro... Você nunca sabe o que elas estão pensando verdadeiramente ou de que ângulo elas estão te olhando. Pessoas assim só querem um lugarzinho no palco da vida e, geralmente, posam de protagonistas (mocinhos) da própria vida. Não é interessante representar na vida! Quem se preocupa em representar um papel, mesmo que seja de alguém que faz bastante sucesso, não vive. O interessante é você acordar e viver a vida intensamente como pede cada dia ou vivê-la em suas limitações. Se você é feliz ou triste, se ri ou chora, se goza de boa saúde ou se adoece, isso é viver.
Há pessoas que julgam você, por acharem que os livros dizem tudo de um ser humano. Mas, ninguém é suficientemente bom para transcrever o que se passa na mente e na alma de cada ser humano, pessoas individuais e singulares. Ninguém pensa e nem sofre da mesma maneira ou com a mesma intensidade de outrem. As pessoas são diferentes. Há pessoas que acreditam ter alcançado a maturidade e por isso enxergam outros como criaturas imbecis e imaturas. Coitadas!!!
Há pessoas que poderiam ser grandiosas, se não fossem os pré-julgamentos que fazem das outras,sem ao menos conhecê-las. São pessoas que vivem camufladas, posando de compreensivas, entendedoras, simples, finas, fingem gostar de você e, depois de muito esforço, quando você passa a confiar nesse alguém, ele (a) demonstra preconceito e te julga primeiro pela aparência, ou pela  classe social e de acordo com o caráter dela (ou a falta de caráter), ela julga o seu caráter da pior maneira possível . E, depois de você constatar tudo isso, você sofre. Sofre porque você foi rotulado(a). E mesmo seu sofrimento não é levado a sério! É o cúmulo do descaso! Essas pessoas fingem que se importam com você , mas a própria vida deles é mais interessante do que você.
O preconceito delas é tanto, que chegam a casar com pessoas realmente desprovidas de beleza, de classe e de amor próprio (mas que passam a suportar todas as dores só para não perder a boa vida) e pobre, só para se mostrarem grandiosas -"Puxa! Como sou bonzinho!Não sou preconceituoso vê com quem casei?-mais um ato da peça teatral. Até quando vai durar a representação, só Deus sabe!
As pessoas que se submetem a viver à sombra da mídia ou de outrem cujo nome está na mídia são os chamados alpinistas sociais. Essas coisas me deixam realmente  triste. Porém, pessoas assim não merecem  sua atenção e muito menos sua consideração. Pense nisso.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

(Bocage) Soneto

A frouxidão no amor é uma ofensa,
Ofensa que se eleva a grau supremo;
Paixão requer paixão; fervor e extremo
Com extremo e fervor se recompensa.

Vê qual sou ,vê qual és,vê que dif'rença!
Eu descoro, eu praguejo, eu ardo,eu gemo;
Eu choro, eu desespero, eu clamo eu tremo;
Em sombras a razão se me condensa.

Tu só tens gratidão, tens brandura
E antes que um coração pouco amoroso,
Quisera ver-te uma alma ingrata e dura,

Talvez me enfadaria aspecto iroso
Mas de teu peito a lânguida ternura.
Tem-me cativo, e não me faz ditoso.

(Bocage)

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Não me queira mal


Não me queira mal.
Sei que muitas vezes disse adeus e fui.
Mas acabei voltando, por não saber lidar com a saudade
Não me queira mal!
Quando eu for embora, de verdade, irei devagar...
Como fumaça... se esvaindo...
E você não saberá, pois não mais direi "Adeus".

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Como o vento



Há coisas na vida, das quais temos que nos desapegar.
Bonecas com as quais um dia brinquei; roupas que um dia usei; jovens aos quais ensinei; filhos que eduquei ( e amo); homens pelos quais me apaixonei. Tudo isso um dia se vai... como o vento que passa...
Adquirimos com o passar dos anos, algumas manias, vícios mesmos! Talvez, de todos os vícios que adquiri, o de navegar na internet e visitar determinado blog, seja um dos mais perniciosos. Mas, como diz a música da Ana Carolina, "eu não sei parar de te olhar". Depois que desenvolvemos amor, paixão, costume ou determinado tipo de apego seja pelo que for, fica difícil nos desvencilharmos, matarmos qualquer tipo de sentimento que tenhamos desenvolvido em nosso ser. Porém, sabemos que um dia, sem aviso prévio, tudo acaba... tudo vira  ar... como o vento que passa...
Jesus Cristo uma vez contou uma parábola que dizia assim: "Outras sementes caíram num lugar onde havia muitas pedras, e, quando começaram a brotar, as plantas secaram porque não havia umidade." Pois é. Jogaram a semente do amor, da paixão e não regaram. Mesmo assim, brotou o amor e a paixão.
Mas sei que não vai ser pra sempre. Não há quem regue esse sentimento, então...
O desapego a estas coisas é difícil, mas não é impossível. Vai passar... como o vento...

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Acróstico

Mulher de atitudes, sonhadora.
A pessoa especial, não é à toa que é professora.
Reprova os alunos que não querem nada.
Insuportável? Só quando a gente não estuda.
Simpática sempre que pode.
Trabalhadora? Ensina em duas escolas!
Elegante? Ela é perfeita.
Linda, é a melhor "teacher" que já tivemos.
Afinal, quem não quer uma professora dessas?


Por Alexandre Moura, estudante do 9º ano, fundamental.

Que homenagem linda, não é? Fiquei toda orgulhosa!
Beijos!

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Doação de Palavras

Se não tem nada para doar, não há problema. Doe palavras. O Hospital Mário Penna, em Belo Horizonte, que cuida de doentes com câncer, lançou um projeto inédito: é o Doe palavras. Basta acessar o site http://www.doepalavras.com.br/ e escrever sua mensagem para as pessoas que estão em tratamento. Enquanto elas estão fazendo quimioterapia, podem ler as frases que você enviar. Experimenta! Já doei as minhas palavras. Doe você também!
Divulguem!
Beijocas da Estrela!

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Saudade: 3

Recados Animados de Saudades



Às vezes a saudade nos invade a alma. Vem acompanhada de uma sensação sufocante e dolorida. Por mais que façamos, é meio improvável livrar-nos desse sentimento que só desgasta. Os pensamentos vão e voltam e então, começamos a nos questionar sobre os "por ques" de nos sentirmos assim. Aí  nos iludimos quando pensamos: "e se"...  e começamos a divagar em um mundo de sonhos e fantasias até que acontece um fato concreto que nos faz perder o chão, nos tira a esperança e desestabiliza a nossa fé. Então nos sentimos frustrados e principalmente ridículos. A vergonha de nós mesmos não nos deixa sossegar. Porém, nem isso acaba com a saudade que se sente. Desejamos voltar no tempo achando que faríamos tudo de maneira diferente, mas o tempo não volta e, de qualquer maneira, houve uma ruptura em seu sentimento . É como um cristal que se quebra (não há mais conserto). Você ainda ama, mas sabe não ser correspondida (o). Durante um bom tempo, você pensou que alguém a(o) amava. Que grande engano!A saudade continua a ser sentida tão intensamente...
Conclui-se então que: nós amamos, nós nos apaixonamos, nós sofremos, nós somos responsáveis por nossa felicidade, nós vivemos, nós somos pessoas únicas. A vida é nossa. Única e exclusivamente nossa. Não arranque esse amor  do peito, mas permita-se viver. A vida é uma bela surpresa. Tudo é aprendizado.

Um beijo da Estrela!!!

sábado, 30 de outubro de 2010

MÃOS

Outro dia, caminhando pela rua, me detive em um par de mãos. Eram mãos que seguravam o volante de um carro com uma firmeza que eu seria capaz de sentir, como se eu fosse o próprio volante. Visualizei-as um pouco mais (pois não conseguia tirar os olhos delas) e pensei com meus botões: reconheceria essas mãos em qualquer lugar!" Eram as mesmas que um dia massagearam os meus ombros e aqueles polegares que agora tamborilavam uma música qualquer naquele volante, eram os mesmos que, em meio a massagem, deslizaram pela minha nuca. Aquelas eram mãos médias, porém fortes e precisas. Eram mãos treinadas pela labuta diária! Ah!........Aquelas mãos! Seriam as mesmas que um dia me envolveram em um abraço demorado e apaziguador? Seriam as mesmas que um dia,cheias de cerimônia,me puxaram para si desencadeando num longo, terno e forte abraço? Seriam as mesmas que me seguraram com firmeza, impedindo que eu me desvencilhace de um abraço? Seriam as mesmas que, posteriormente, me segurando forte os ombros repeliram meus carinhos? Eu estava certa que sim. Só havia uma maneira de ter certeza: olhando para o dono daquelas mãos. Tudo isso aconteceu em fração de segundos. Então, me enchi de coragem e desviei meus olhos para o antebraço, depois para o braço e finalmente visualizei o rosto. Era o rosto do meu amado! Seus olhos pareciam me censurar por algo que nem sei se fiz ou se deixei de fazer. Então, gelei! Minhas mãos,minha espinha, tudo em mim gelou. Me senti a própria adolescente ( que ridículo )! Mas gostei dessa sensação! Diante daquele olhar perscrutador, não tive outra opção, a não ser de seguir adiante levando na lembrança o calor daquelas mãos.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Que Sorte!

                           

Borboletas
Gostou do recado? Clique aqui!
Página inicial do Justin Bieber, Luan Santana e Lady Gaga!!!



            Sou mesmo uma pessoa de sorte...
            Ontem estava no shopping tomando um capuccino quando, repentinamente, veio ao meu encontro, uma linda e enorme borboleta, fez uma acrobacia em torno da minha cabeça e foi embora,  saindo do shopping da mesma maneira que entrou. Fiquei en-can-ta-da!
Beijinhos...

sábado, 23 de outubro de 2010

O que será?


                     O ano nem bem começou e já estamos trabalhando para a conclusão de mais uma jornada escolar. É um tal de: pesquisar textos, explicar literatura, gramática e todos os mandamentos da redação; dividirmo-nos entre o ensino médio e fundamental, criar e repassar exercícios diferentes para cada aula, aulas em salas, aulas passeio, elaboração de provas. Enfim, como se não bastasse, ainda temos que registrar tudo em diário de classe todos os dias. São frequências (e também o somatório delas), notas de trabalhos e avaliações, calcular a média bimestral (de cada aluno) e, a cada final de bimestre, registrar objetivos, conteúdos, situações didáticas, métodos avaliativos.
Gosto de ser professora, pois gosto do que faço. Porém, devo confessar que às vezes sinto-me cansada, desenganada e desacredito de tudo e todos, principalmente do sistema educacional que nos forçam a aprovar pessoas inaptas e as inglórias recaem sobre nós (professores).
                Hoje, ao sair da escola, estava triste, sem ânimo e com o coração apertado. Saí com vontade de não mais voltar a uma determinada turma (1ºB). Senti que os estudantes não estão se importando em aprender nada, estão pouco ligando para adquirir conhecimentos ou pra serem pessoas formadoras
de opinião. O que esses estudantes querem é passar de ano, não importando como ou se aprenderam  alguma coisa. Para isso vale a velha "cola"! A maioria deles não tem nenhuma intenção de cursar um nível superior. Eles só pretendem terminar o ensino médio, quando muito, fazer um curso profissionalizante e arranjar um empreguinho qualquer.
                Nós, que sabemos as dificuldades que a vida nos apresenta em nosso cotidiano, tememos pelo futuro dos jovens que formamos e torcemos para que eles abram seus olhos para um futuro mais promissor enquanto é tempo.






quarta-feira, 20 de outubro de 2010

           Então, você se apaixonou. Finalmente você sentiu o que é amar. E o amor chegou sem pedir licença para tal. Talvez você nem estivesse preparado (a) para sentir isso, mas aconteceu.
Primeiro você bateu o olhar na pessoa e achou que já a (o) conhecia de longa data, mas evitou olhar no olho da pessoa querida, pois você não queria envolver-se emocionalmente. Que besteira é tentar fugir do que se sente! Relutar em amar, só aumenta a aflição dentro de si. Você ficou confuso (a) e aí, quando você se deu conta disso e tentou entregar-se à paixão, essa mesma pessoa que tornou-se tão importante, tão indispensável, a pessoa tão especial pra você, "puxou o seu tapete", confundindo você e ainda culpando você mesmo (a) pelo seu sofrimento emocional. Pois é! E você quase acreditou em sua culpa.
        Seu contato com essa pessoa ´já não existe. Você não sabe onde ela está, nem se está feliz. Você também não está cem por cento feliz, mas o seu coração já não pesa tanto. Você ama e pronto. Quer o ser amado goste ou não, você ama. O que importa é o que você sente e não o que esse alguém possa estar sentindo a seu respeito. Por isso, não sofra. Você é uma pessoa única no mundo e o amor que você sente é só e exclusivamente seu. Agradeça por sentir algo tão intenso, pois tem gente que passa pela vida e não sente nada assim.
Talvez você tenha sido julgado (a) erroneamente, não importa. Ame assim mesmo. Essa doação transforma-se-á em sentimentos que retornarão à você duplamente. Confie e prepare-se. "Curta" esse momento,porque o melhor ainda está por vir.
Beijos da Estrela.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Dia do Professor

Dia do Professor
Gostou do recado? Clique aqui! - Super página personalizada!!!

Se tem uma lembrança boa que guardo até hoje, é a imagem da minha primeira professora. Chamava-se Ednéia. Nunca conheci ninguém mais doce. Lembro, também, que quando tive que mudar  de professora, chorei muito. Era como se fosse minha mãe. Eu tinha confiança nela. Outra professora que me marcou foi a professora de Português, Marlêde Almeida. Ela nos tratava de uma maneira diferente.
Já na Faculdade, meu xodó recaía sobre o professor de Latim e Literatura Latina, Luís Guerra. Ele me chamava  "minha Estrela!" e eu o chamava Guerrinha. Sempre tive por ele um carinho especial. Tínhamos também outros professores, como: Bezerra de Lemos ( Literatura Portuguesa e Brasileira ), Joanes ( idem ), Clínio ( Inglês ), Zezinha e Sônia ( Língua Portuguesa ), Ronaldo ( Literatura Inglesa ), enfim, foram tantos professores que encontrei ao longo  da minha caminhada e, tenho certeza, cada um deixou um pouco de si em mim. Para eles, o meu mais sincero agradecimento. Tenho certeza que não citei todos, mas guardo todos dentro do meu coração. E o muito que aprendi com cada um, tratei de distribuir, hoje, com meus estudantes.
Obrigada, professores, por terem compartilhado comigo seus conhecimentos, seus aprendizados.
Felicito também, nesta data, todos os meus amigos e amigas professores. Que Deus nos dê paciência e ânimo para levarmos adiante esta profissão que, mais que  uma profissão é um sacerdócio.
Parabéns Fátima, Aninha, Mary, Cristiane, Natália, Marinho, Celso (4 cabelos), Douglas, Érica, Dorian, Estela, Sherliane, Mário, Sérgio, Dácio, Gilene, Eduardo, Giselda, Rosa, Alice,Débora,
Beth, todos os professores do Zequinha Barreto e do Pedro Barros.
Beijos da Estrela.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Recados Para Orkut

RecadosOnline
             Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós. Amém.

domingo, 10 de outubro de 2010


Recados de Religiosas


Pai nosso, que estais no céu
Santificado seja o vosso nome
Venha a nós o vosso reino
Seja feita a vossa vontade
Assim na terra como no céu
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
Perdoai as nossas ofensas
Assim como nós perdoamos
A quem nos tem ofendido
E não nos deixeis cair em tentação
Mas livrai-nos do mal.
Amém.

Senhor Deus de infinita bondade e misericórdia, que neste dia tão especial, permitas que se abram os portais
que ligam os homens e os seres superiores. Que haja entre Deus e os homens a interação e a harmonização necessárias para que se propague o amor. O amor divinal que respeita homens, animais e toda a natureza.
Que esse amor que unifica seja lúcido, real e infinito. Que amando-nos e respeitando-nos assim, possamos acabar com o sentimento de ódio que tantas vezes habita nosso coração e, consequentemente, acabar com as guerras em nosso planeta. Que o AMOR seja nossa força regente. Amém
Muita Paz.
Much Peace.
如此的宁静
Beaucoup de paix
Pax Multa
הרבה שלום

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Angelo di mio amore

                 

Anjos
Clique aqui para mandar recados e imagens!


Angelo di mantenere protegge il mio amore dovunque egli è, e con i quali estiver.Coloque nel suo cammino pace, speranza e di fede, oltre a molta felicità. Amen.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Angele Dei

Angele Dei (Latim)


Angele Dei, qui custos es mei, me tibi commissum pietate superna illumina, custodi, rege et guberna. Amen.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Ser só pode ser muito bom

Às  vezes alguns pensamentos nos tornam reflexivos. Hoje, analisando toda a minha vida, desde a pré-adolescência até os dias atuais, cheguei à conclusão de que sempre fui só.
Vivemos ( eu e meus irmãos ) pouco tempo em companhia da nossa mãe. Outro dia, em meio a risos e brincadeiras, minha irmã comentou que ninguém "perdia" mais os filhos do que meu pai e minha mãe. Nós passeávamos muito e, mesmo nesses lugares estranhos, eles nos deixavam à vontade, pois só tinham olhos um para o outro.Apesar do tom da brincadeira sabíamos que era verdade. Não era falta de amor por nós, não! Eles eram verdadeiramente apaixonados e parecia que no mundo não havia lugar para mais ninguém além deles. Isso quer dizer que já éramos meio sós. Quando eu tinha onze anos minha mãe veio a falecer nos deixando sós e sem rumo, principalmente ao meu pai, que ficou transtornado e deixou que fosse com ela, parte dele. Assim, morreu o homem que gostava de passeios junto com a família. Depois disso, ele casou novamente. Ainda assim, permaneci só. Minha irmã não era a minha melhor amiga  e minha madrasta conversava quando estava 'a fim'. Como me sentia? Só. Namorei bastante, me apaixonei uma, duas, sei lá quantas vezes e depois de dez anos sozinha, me apareceu aquele que me propunha tirar da solidão. Casei aos 21 anos. Logo tive filhos e descobri que meu esposo também me deixava só, mas como estava acostumada, ligava ,mas não me deixava abater.Embora, certa vez eu tenha precisado me submeter à uma cirurgia e não tive esposo nem ninguém para acompanhar-me e segurar-me a mão ( minha amiga passou lá e me deu uma palavra de apoio). Meu esposo, que antes era visto como meu salvador, tornou-se também meu algoz. Sofri com isso a longo prazo. Entretanto, tinha os meus filhos que me faziam companhia. E  enquanto os meus filhos eram crianças, estávamos juntos, eu os tinha e eles a mim. Quando eles foram chegando perto dos dez anos, tive medo de morrer como minha mãe e ensinei-lhes a não dependerem de mim. De tão independentes, afastaram-se de mim e fiquei só novamente. Hoje, cada um cuida de sua vida. A solidão, descobri, não me faz mal! Ela só me faz bem.
Descobri em meus animais de estimação ( cadelas ) a companhia perfeita. Cheguei à conclusão de que o ser humano nasceu para viver sozinho. Quando nascemos, nascemos sós e com o nosso próprio esforço. A atitude de nascer, embora inconsciente, é nossa. Pai e mãe são só veículos dos quais fazemos uso para chegarmos aqui. Então, por que estamos sempre fazendo questão de companhia? Se você prestar atenção no silêncio que te rodeia, pode acabar gostando. Tem horas que não quero saber de filhos e nem de ninguém perto de mim. Alguns momentos  prefiro estar sozinha.Acredito que o homem, como os animais, nasceu para ser só. No entanto, vive buscando socializar-se. Se vivemos sós, a tendência é sermos mais verdadeiros, puros, singulares em nossa totalidade. Isso não quer dizer que não devamos nos relacionar com outras pessoas. Apenas devemos respeitar nossa privacidade, dando ênfase à nossa vontade.

Um beijo da Estrela!

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Eleições e sujeira (literalmente)

Estou louca para que chegue logo o dia das eleições. Nem pensem que isso se dê por que eu "queira" eleger algum candidato! Eles pouco me importam. Já tive meus ideais políticos e como "mulher traída", me decepcionei. Hoje sou totalmente apolítica.
Estou ansiosa para que se desmanche esse circo (sem querer depreciar esses maravilhosos lugares de diversão) dos horrores que enfeiam nossa cidade com fotografias desses "ladrões de terno e gravata" e "ladras de salto e modos delicados". Quando terminam as eleições, saímos às ruas e encontramos um monte de papéis, colas, santinhos e nossa cidade desprezada. Chega a doer tanto descaso! Antes das eleições tudo está limpo, exceto pelos atos de vandalismo de alguns pichadores. Depois das eleições, tudo fica como está: sujo. Eles não têm a preocupação de tirar a "cara lavada", as quais seremos obrigados a ver por quatro anos, das paredes.
Eles prometem ser os melhores, fazer e acontecer, mas o único ideal é encher o próprio bolso. Danem-se todos!!!
Só espero que essa palhaçada, me perdoem os palhaços por profissão, termine logo.

Frases de Amor

"Lutar pelo amor é bom, mas consegui-lo sem luta é melhor ainda."
                                                                                   William Shakspeare
"No homem, o desejo gera o amor. Na mulher, o amor gera o desejo."
                                                                                                                           Jonathan Swift

"O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano à perfeição. Como são sábios aqueles que se entregam às loucuras do amor!"
                                                                                                                    Joshua Cooke 


De longe te hei de amar-te, da tranquila distância em que o amor é saudade e o desejo, constância.
                                                                          Cecília Meireles  

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Jogos Matemáticos

Como este é um blog que fala de paixão, já deu pra notar o quanto sou apaixonada pelos meus estudantes. Estas imagens correspondem ao "Dia dos Jogos Matemáticos". Eles usaram  muita criatividade na confecção de cada jogo. A professora de matemática, Dorian, orientou-os. Porém, eles foram os criadores de cada jogo. Como professora de português, meu forte nunca foi a matemática, mas descobri quanto pode ser "gostoso" aprender brincando.
Aos nossos estudantes, parabéns!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Um Ano


Um ano de  saudades (14/09). Muita paz.  E aí vai o recadinho do coração.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Está muito vazio aqui dentro...

Não estou conseguindo escrever e quando escrevo, não me faço entender. 
Não posso colocar nesse espaço tudo o que sinto, porque estou impedida de fazê-lo. Por isso, nem sempre consigo fazer jus ao nome do blogger. 
Fato é que, mais uma vez, deixei que pisassem em meus sentimentos e tripudiassem sobre minha maneira de ser. Tentei não dar importância e ser superior a todas essas coisas, mas, mesmo assim continuou doendo, porque quem fez (e faz) isso, tem uma importância enorme pra mim.
Agora, não sei mais o que esperar das pessoas, se a pessoa a quem julguei linda, maravilhosa,bondosa, altruísta e sensível me tratou como um nada!  Sinto, desde então, um vazio imenso...
Um misto de vergonha e constrangimento tomam  forma dentro de mim e tenho raiva de mim mesma por ter me permitido sentir o que alguns chamam  de ilusão.
Tento sair de casa, mas nenhum programa me faz bem. Quero mesmo ficar só. Vou trabalhar todos os dias e isso é o que me salva (às vezes). Até levantar ao amanhecer é difícil!
Está muito vazio dentro de mim. E essa vontade de chorar copiosamente... Há momentos em que desejo apagar. Esse blog não tem mais razão de ser, uma vez que não posso postar o que vai dentro de minh'alma,porém, não irei fechá-lo. Através deste blog estarei sempre passeando por outros blogs, visualizando coisas mais interessantes do que minha vidinha sem graça, medíocre mesmo, como diria essa pessoa a quem um dia, pretensiosamente, chamei de amigo. 
Depois de me expor tanto, num espaço que considero meu, sinto-me ridícula. Ah! Que seja!

Beijos da Estrela!

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Agressão

O mundo está cheio de pessoas que agridem as outras por causa de uma simples "cara feia". Por duas vezes, no decorrer da semana, houve briga na escola onde trabalho. O motivo foi fofoca, diz que diz, traição. Quando menos se esperava, na hora do intervalo das aulas, duas garotas se "engalfinharam" no pátio da escola e para desapartar as briguentas, deu trabalho!
No dia posterior, meu querido colega, um dos professores da escola, havia pedido que uma das estudantes fosse ao quadro, quando uma das garotas que estava sentada, iniciou uma discussão com a garota que estava resolvendo as questões. Foi o suficiente para que uma "voasse " no pescoço da outra e, quando o professor se deu conta e tentou apartar, terminou por ser atingido também.
Pois é, a coisa está tão feia que já ultrapassou o 'bullying' e virou agressão. É preocupante porque em um dado momento, uma das garotas estava munida de um estilete e ameaçou esperar que a outra saísse da escola. É claro que a direção e coordenação tomaram providências quanto a integridade física da estudante ameaçada. Contudo, nós professores, não fomos preparados para lidar com violência em salas de aula e, diga-se de passagem, nem ganhamos tão bem assim para nos deixar agredir. Já é o bastante ter que aguentar, muitas vezes, a falta de respeito dos estudantes conosco. Tememos que se repitam em nossas escolas, tragédias como as que aconteceram nas salas de aula nos Estados Unidos, quando o estudante, munido de arma de fogo, matou colegas e professores e deixou feridos outros tantos.
Esse pessoal parece não saber o que é respeitar o próximo, evitar magoar o outro desnecessariamente,
pois, dizem o que querem, quando bem entendem e, na maioria das vezes, não querem nem saber da história de vida (triste ou feliz) do outro. A maioria desses adolescentes são egoístas, egocêntricos e juízes. O julgamento errado terminou em troca de "farpas" e agressões.
 Hoje, qual não foi a minha surpresa! "As brigonas" estavam juntas, como se fossem amigas de infância. Vá entender (talvez nem Freud explique)!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

O sim e o não

O sim e o não são palavras que existem para serem usadas. É claro que não podemos viver dizendo SIM a tudo, como também não  podemos viver dizendo NÃO.
Na maioria das vezes, tomamos algumas atitudes na vida, para as quais , talvez, nem tenhamos sido encorajadas (os), mas que, certamente, tivemos um motivo ou uma razão para assumirmos tal postura. Algumas atitudes que tomamos nos faz sentir bem  e renovadas (os). Outras atitudes podem nos fazer ter vergonha de nós mesmas (os), mas não pelo fato delas serem ofensivas, mas pelo fato de serem vistas como uma ofensa e o não vir de encontro à elas de uma forma ríspida, seca e grosseira.
Há outras maneiras de se dizer um sim  ou um não, sem precisar soar agressivo àquele que o recebe

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Que
     sua
         semana
                   seja:
                        Magnífica, Radiante, Espetacular!

Beijos da Estrela.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Aprendi, olhando os caminhos trilhados no passado, a viver o agora e ter a capacidade de esperar (e por que não dizer sonhar) um maravilhoso e surpreendente futuro. Pois, quando perdemos a capacidade de sonhar, perdemos também a esperança.
Sou o que sou, tanto pessoalmente quanto profissionalmente, por acreditar nas pessoas e em um mundo melhor. Se assim não fosse, não seria professora (educadora).
O tempo não comanda nossos sonhos. O espírito e sua força comandam os nossos sonhos. A vida os comanda.
Tamanho da fonte